Artigos Sheikh Yunus Mustafa

O Islam é uma religião de paz porque tantas guerras? Sheikh Yunus Mustafa Responde30 JUN

Resposta: Em nome de Allah O Clemente O Misericordioso Louvado seja Allah por todas as coisas e que a paz e as bençãos de Allah estejam sobre o Profeta Muhammad s.a.w.s. sobre sua família e sobre seus companheiros. Realmente o Islam é uma religião de paz, amor, compreenção, respeito mútuo e tolerância.

Veja as palavras que Allah diz aos muçulmanos que são benevolentes e caridosos: ''E aos que perseveram no anelo de contemplar o Rosto de seu Senhor, observam a oração e fazem caridade, privativa ou manifestamente, daquilo com que os agraciamos, e retribuem o mal com o bem; estes obterão a última morada. (essa morada) São jardins do Éden, nos quais entrarão com seus pais,seus companheiros e sua prole que tiverem sido virtuosos; e os anjos entrarão por todas as portas,saudando-os: Que a paz esteja convosco por vossa perseverança! Que magnífica é a última morada!'' (Alcorão 13:22-24)

E o profeta Muhammad s.a.w.s. (que foi um exemplo de paz, paciência, benevolência e humildade) nunca iniciou uma guerra, e quando os muçulmanos tomaram parte em algumas guerras, essas sempre foram guerras de autodefesa e restauração da justiça e dos direitos de liberdade, segurança e paz.

E se não fosse desse modo, como acima citado, as gerras teriam destruido o mundo ou permaneceriam até hoje.

 Veja a palavra de Allah no Alcorão: ''Se Deus não contivesse aos seres humanos, uns, em relação aos outros, a terra se corromperia; porém, Ele é Agraciante para com os mundos.'' (Alcorão 2:251)

A guerra não é um objetivo do Islam nem uma ação normal dos muçulmanos. E só é tomada essa medida quando se esgotam todos as outras opções de paz e conciliação, e tão somente quando os muçulmanos estão realmente sendo agredidos.

Allah diz sobre a guerra: Se eles se inclinam à paz, inclina-te tu também a ela, e encomenda-te a Deus, porque Ele é o Oniouvinte, o Sapientíssimo. (Alcorão 8:61)

Isso prova que não é objetivo dos muçulmanos a guerra e o Profeta s.a.w.s. evitou-a ao maximo, e um exemplo foi o famoso tratado de hudaiba em que o Profeta e os muçulmanos abriram mão de ir a peregrinação naquele ano mesmo estando a caminho de makka,e voltaram para madina aceitando os termos de paz.

O Islam se disseminou nos países atravéz do bom exemplo e bom caráter dos muçulmanos e por sua habilidade para o comercio e relações internacionais, e não teria o Islam permanecido nos locais e continuado em constante crescimento, se essa expansão realmente tivesse sido a força e a ponta de espada.

Sheikh Yunus Mustafa Al Sheikh